Pesquisas

23 de junho | 2021

A vitrine das tecnologias agrícolas no campo

Como um dos investimentos mais importantes da produção agropecuária, o manejo agrícola deve ser planejado em detalhes, com insumos de qualidade, que assegurem o aumento da produtividade com o melhor retorno financeiro. Com objetivo de fomentar o desenvolvimento de novas tecnologias agrícolas e de aproximar o produtor rural e as marcas de insumos mais importantes do setor, a Coopercitrus disponibiliza, por meio da Fundação Coopercitrus Credicitrus, áreas e estruturas para diversas empresas parceiras realizarem experimentos de campo, com foco na validação e demonstração de suas tecnologias.

“Os plots são campos de demonstração instalados na Fundação, como uma vitrine que, de um lado, permite às empresas demonstrarem suas soluções e, do outro lado, proporciona ao cooperado a oportunidade de analisar, em uma mesma área, diferentes protocolos para manejo da lavoura”, avalia o vice-presidente do Conselho de Administração da Coopercitrus, Matheus Marino. “Para as marcas, esse investimento também é interessante, porque além da estrutura para trabalhar, elas têm acesso à área de eventos e aos ambientes acadêmicos da Fundação Coopercitrus. Em um mesmo lugar, unimos teoria e prática, criando um ambiente perfeito para a inovação”, pontua Marino.

Em uma área total de aproximadamente 37 hectares estão instalados 17 plots de cerca de um hectare cada, disponíveis para as empresas testarem produtos, estudarem diferentes tratamentos e validarem protocolos agrícolas variados. Dos 17 plots, 12 já estão com as pesquisas em plena atividade.

Nesta mesma área, também são cultivadas variedades de soja e um sistema de Integração Lavoura, Pecuária, Floresta, em parceria com a Embrapa.

“Nessa parceria, a Fundação disponibiliza a área com toda estrutura, sistema de irrigação totalmente automatizado com cavalete instalado na entrada do plot, máquinas e implementos para preparo do solo, plantio, condução e colheita, tratores com módulos georreferenciados para piloto automático, plantadora com sistema hidráulico e pneumático para distribuição de sementes, adubos e defensivos, pulverizadores de barra e outros implementos para atender da melhor maneira possível as solicitações das empresas. Também disponibiliza mão-de-obra para aplicação dos protocolos, tudo supervisionado por dois engenheiros agrônomos especialistas em mecanização, tratos, experimentação agrícola e coordenação de atividades de campo”, apresenta o supervisor de Plots da Fundação, Otavio Ricardo Sempionato.

Conheça as marcas participantes e as respectivas pesquisas que estão sendo conduzidas nos plots.

Orientação para a diagramação: Seja em boxes ou em formato que acharem necessário, incluir a foto e a descrição do plot de cada marca abaixo. Se precisar, me chamem para alinharmos melhor essa ideia.

ADAMA

Em fase inicial de implementação, o plot da Adama contará com a demonstração de todo o portfólio para manejo de cana-de-açúcar, trazendo os principais problemas e soluções que os produtores necessitam para aumentar produtividade. Os destaques são o protocolo para controle de nematoides, manejo de plantas daninhas, combate a fungos e soluções de aumento da produtividade.

BASF

No plot da BASF estão sendo executados protocolos para demonstração nos cultivos de soja e cana-de-açúcar, com foco em proteção de cultivo. O manejo de soja inclui tecnologias para o tratamento de sementes e manejo de pragas, doenças e plantas daninhas. Em cana, são apresentadas soluções para sulco de plantio e manejo de pragas, doenças e plantas daninhas.

BAYER

O foco das áreas de demonstrativas da Bayer é apresentar ao produtor rural as possibilidades de garantir rentabilidade com sustentabilidade nos diversos sistemas de produção, principalmente focando no sistema de milho verão sucedido com cobertura verde no inverno, e soja com sucedida por milho safrinha.

FMC

A FMC está focando os manejos para três cultivos. Em cana-de-açúcar, manejo integrado de pragas, nematóides, doenças e estresses em MPB e no plantio convencional, além do controle de plantas daninhas com seletividade. Na soja, os resultados de tratamento de semente para manejo de lagartas, corós e nematoides, garantindo um bom stand e uso de herbicidas pré-emergentes para evitar a matocompetição inicial e seleção de plantas resistentes. Em citros o objetivo é o controle de pragas via solo, plantas daninhas e manejo de estresses.

IHARA

Os campos de pesquisa da IHARA são dedicados aos cultivos de café, cana-de-açúcar, citros e soja. Neles, a empresa pretende evidenciar os protocolos de controle e práticas de manejo das principais plantas daninhas, pragas e doenças que causam prejuízos à lavoura, contando com soluções lançadas recentemente para o fortalecimento dessas culturas.

MOSAIC

Já em fase inicial de plantio, o plot da Mosaic apresenta tratamentos para as culturas de cana-de-açúcar e milho safrinha, cujo manejo será conduzido com produtos de alta performance da marca, para que o produtor veja a efetividade desse protocolo em comparação com manejo tradicional.

STOLLER

A Stoller conduzirá experimentos de seus novos conceitos de tratamentos para as culturas de cana-de-açúcar e soja, que aliam tecnologias nutricionais e fisiológicas, a fim de garantir um canavial mais perene e de uma soja mais resistente a estresses.

SYNGENTA

O objetivo da Syngenta é disponibilizar sua tecnologia aos produtores rurais de forma regional, para que eles possam acompanhar o resultado do portfólio da marca na prática dentro do ciclo de cada cultura, tanto na cana-de-açúcar, como na soja, milho, tomate, batata e café.

UPL

A UPL demonstra seu portfólio de produtos biológicos e soluções tradicionais de proteção de cultivos nas culturas de café, com foco no pegamento de mudas e protocolo de nutrição para aumentar a sanidade da planta; cana-de-açúcar, focando em proteção, longevidade e resultados na colheita; citros, abrangendo controle de pragas e plantas daninhas no pomar; hortifrúti, avaliando tecnologias de controle de pragas, doenças e plantas daninhas nas culturas da batata, tomate, cebola e folhosas; soja e milho, com soluções para manejo de resistência de plantas daninhas, pragas e fungos, além de soluções para pré-plantio com efeito pré-emergente; e pastagem, com tecnologias de proteção aliados à nutrição de plantas.

YARA

A Yara vai apresentar tratamentos de construção de fertilidade de solo e programas nutricionais desde a adubação de base a complementação foliar para as culturas da soja e cana-de-açúcar adequadas para a região, com a finalidade de demonstrar a efetividade do manejo nutricional em cada cultura. Além disso, conta com diversos profissionais para a realização de análises técnicas no campo.

A Fundação Coopercitrus Credicitrus está aberta a toda a comunidade como um instrumento de avanço social, ambiental, educacional e de pesquisa, e convida todos cooperados a visitarem os campos de demonstração e conferirem de perto todos os experimentos em andamento.

Caminhando lado a lado com seus cooperados, a Coopercitrus fortalece o compromisso de oferecer soluções integradas, ou seja, proporcionar aos produtores, tudo o que é necessário para aumentar sua produtividade e, consequentemente, sua renda. Além de fornecer um amplo portfólio de produtos, serviços e tecnologias, a cooperativa está sempre buscando facilitar o acesso de informações e novas soluções ao agricultor. E, para as empresas que desejam adquirir um dos cinco plots ainda disponíveis, basta entrar em contato com a Fundação Coopercitrus Credicitrus ou com o Departamento de Marketing da Coopercitrus.

Compartilhar